Criança é picada por escorpião dentro de escola na Asa Norte, no DF

Por , em Notícias DF dia . Salvo na tag:

Menino passa bem. Vice-diretora diz que problema é causado pelo acúmulo de materiais não utilizados no local.

Uma criança de 10 anos foi picada por escorpião na escola classe da 106 norte, no Distrito Federal. O caso aconteceu na última terça-feira (26) enquanto a criança abria o estojo.

Segundo a vice-diretora da escola, Lisete Prediger, o menino foi levado para o Hospital Regional da Asa Norte e passa bem.

A vice-diretora falou que o problema é o acúmulo de materiais não utilizados na escola, como cadeiras e até um freezer. Os materiais ficam amontoados e a responsabilidade do recolhimento é da secretaria de educação que não busca esses materiais desde 2014, segundo Prediger.

Acúmulo de objetos

Lisete diz que é normal a presença de escorpiões pela Asa Norte e já ouviu relatos da direção de outras escolas sobre a aparição do animal. No entanto, a vice-diretora diz que a escola da 106 norte está com a dedetização e desratização em dia.

Ao G1 a secretaria de educação informou que na segunda-feira (1º) foi feita uma vistoria na escola e constatou o acúmulo dos objetos inutilizados.

Segundo a pasta, ainda nesta semana, o material deve ser recolhido e a escola passará por uma nova dedetização na sexta-feira (5).

Três casos por dia

Em 10 anos, o número de vítimas de ataques de escorpião se multiplicou no Distrito Federal. Segundo dados do Ministério de Saúde, em 2007 foram 124 registros de picadas, contra 959 em 2017. No ano passado foram, em média, 2,6 casos de ataques por dia. Nesse período, três pessoas morreram por envenenamento.

Encontrados em áreas urbanas, os escorpiões se reproduzem com facilidade e costumam se abrigar da luz escondidos sob pedras, entulhos, material de construção e encanamentos. Na época chuvosa, costumam sair em busca de alimentos e locais secos.