Inflação em abril foi a maior para o período desde 2015 no DF

Por , em Notícias DF dia . Salvo na tag: , ,

Mais uma vez, transportes puxaram alta dos preços. Reajuste de remédios também teve influência no resultado.

O último mês pesou no bolso dos brasilienses. Segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o Distrito Federal registrou em abril inflação de 0,77%, a maior para o período desde 2015.

O levantamento, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que a alta nos preços registrada na capital foi maior que a média nacional, de 0,57%. No entanto, representou redução quando comparada ao mês de março, em que a inflação foi de 0,93%.

Gráfico mostra a evolução da inflação no DF. — Foto: IBGE/Reprodução
Gráfico mostra a evolução da inflação no DF. — Foto: IBGE/Reprodução

Mais uma vez, a alta foi puxada principalmente pelo setor de transportes, que viu um aumento de 2,05% nos preços em abril. Os combustíveis continuam a ser os grandes vilões. No mês passado, eles ficaram 4,62% mais caros e são responsáveis por mais da metade da inflação registrada.

Se a tendência continuar, o setor deve continuar a ter forte impacto também em maio. Na última semana de abril, o preço médio da gasolina na capital federal era de R$ 4,43. Em maio, esse valor já subiu para R$ 4,50, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Posto de combustível — Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Posto de combustível — Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

O mês passado também viu um aumento de 1,72% no transporte público, o que contribuiu para a subida da inflação.

Remédios

Em segundo lugar nos setores que tiveram maior aumento de preços estão os itens de vestuário, que ficaram 1,33% mais caros. Em seguida aparecem os produtos de saúde e cuidados pessoais, que tiveram subida puxada por reajuste de 2,25% nos valores de remédios.

Segundo o gerente da pesquisa, Fernando Gonçalves, “no resultado do mês, a novidade foi o grupo Saúde e cuidados pessoais, que não tinha aparecido nos últimos meses. De qualquer modo, isso reflete o aumento anual dos medicamentos, que ocorre no final de março”.

Ao todo, o acumulado da inflação no DF em 2019 é de 1,58%, índice menor que a média nacional, de 2,09%.