Queiroz driblou Alerj para incluir beneficiados com auxílio-educação

Por , em Política BSB dia .

A grande família

Em 2011, Fabrício Queiroz e a mulher, Márcia, ambos funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro, driblaram norma da Assembleia Legislativa do Rio que limitava a três o número de beneficiados com auxílio-educação. Eles tinham seis dependentes, entre filhos e enteados, e disseram que cada um era responsável por cuidar de três.

Mais: declararam que viviam em casas diferentes. Colou.

Publicações Recomendadas