Relação entre Câmara e Planalto é ruim para 55% de deputados, diz XP

Em fevereiro, percepção de que relação não era boa estava em 12%

A relação entre a Câmara dos Deputados e o Palácio do Planalto é ruim ou péssima na avaliação de 55% dos deputados consultados em pesquisa realizada pela XP Investimentos, um salto dos 12% dos que tinham essa percepção em fevereiro.

A pesquisa, que ouviu 201 deputados entre 26 de março e 4 de abril, ocorre na esteira das farpas públicas trocadas entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A avaliação de que a relação entre a Casa e a Presidência é boa ou ótima está em 16%, ante 57% no início dos trabalhos no Legislativo.

Segundo a pesquisa, entre os deputados que não podem ser considerados de oposição, 44% têm a avaliação de que o relacionamento é ruim ou péssimo, contra 23% que têm uma avaliação positiva.

Na opinião de 37% dos deputados em geral, as demandas encaminhadas ao governo são mal ou muito mal atendidas.

Em outra direção, 52% dos deputados ouvidos acreditam que uma reforma da Previdência será aprovada este ano, enquanto 37% não creem nisso e 11% não souberam ou não responderam.

Sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) apresentada pelo governo para a reforma da Previdência, 7% disseram que concordam completamente com ela. Já 42% avaliam que são necessárias algumas alterações, 23% disseram que a proposta precisa de muitas alterações e 25% discordam totalmente dela.

Após os entreveros políticos, incluindo uma audiência muito tumultuada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Bolsonaro passou a receber, na semana passada, lideranças partidárias. Os encontros continuam a partir desta terça-feira.

Publicações Recomendadas