Saiba como doar agasalhos e cobertores durante este inverno no DF

Com o Distrito Federal atravessando a semana mais fria do século, moradores organizam campanhas de arrecadação de agasalhos e cobertores

Brasilienses têm se unido em campanhas de arrecadação de agasalhos e cobertores para aquecer pessoas em situação de rua e moradores de comunidades pobres. A capital atravessa a semana mais gelada do século, que começou com a temperatura mais baixa do ano — 5,7ºC na madrugada de domingo. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê uma leve alta a partir do próximo fim de semana, o clima continua frio para os padrões candangos.
A preocupação com o próximo fez o jornalista Marco Aurélio dos Santos, 48 anos, colocar armários em alguns pontos do Distrito Federal. O intuito é que o móvel sirva de ponto de doação e recolhimento de roupas e cobertores para pessoas em situação de rua. Há três na Rodoviária do Plano Piloto, um no Setor Comercial Sul e outro na passarela subterrânea que liga o Guará ao Setor Lucio Costa, que recebeu a primeira unidade do Armário Solidário.
“Decidi deixar uma sacola com roupas de frio lá (no Lucio Costa). No outro dia, vi que não estava mais e logo pensei que existia uma demanda. Foi meu filho quem deu a ideia de colocar um móvel com roupas. Fomos atrás de um e colocamos no setor. Como via que atendia muita gente, procurei o apoio da Star Móveis (loja de móveis), que doou seis armários e demos continuidade a esse projeto”, conta Marco Aurélio.
Ele lembrou que uma vez colocou roupas em um dos armários, uma pessoa ficou olhando e disse que estava esperando o vendedor aparecer para perguntar o preço. “Quando eu disse que era doação, os olhos brilharam. Deu pra ver a emoção dele, e eu fiquei feliz demais com isso. A ideia é que esse projeto não crie raízes, mas, sim, sementes. Que pessoas possam ver e implantar em suas cidades. Muita gente precisa e, além disso, fazer o bem é bom”, ressaltou o jornalista.
A professora aposentada Yara Alves, 51,sempre faz ações sociais em comunidades carentes do DF e Entorno, junto à Associação Anjalhaços, na qual é coordenadora. No entanto, até esta quinta-feira (11/7) não tinha iniciado nenhuma campanha de agasalho. “A ideia surgiu quando acordei. Pensei assim: ‘Eu, dentro da minha casa, deitada na minha cama quentinha, estava morrendo de frio, imagina quem não tem nada disso?’ Daí resolvi fazer uma campanha emergencial. Falei com todo mundo do projeto e temos a missão de arrecadar 50 cobertores para entregarmos amanhã (nesta sexta-feira — 11/7) para pessoas em situação de rua. Precisamos ajudar essas pessoas.”

Iniciativa pública

Desde antes do início do inverno, a Polícia Militar entrou no clima da solidariedade. “Andamos com os agasalhos nas viaturas e, quando vimos alguma pessoa necessitada, já entregamos ali mesmo. Semana que vem, vamos entregar em uma creche que atende crianças especiais e, domingo, para um grupo da Rodoviária (do Plano Piloto)”, explicou o major Michello Bueno, porta-voz da corporação. Os batalhões da PM são os pontos de entrega das doações. “Mas, se a pessoa não puder ir até um, pode acionar a primeira viatura que encontrar na rua ou então ligar para o batalhão, que buscamos em casa”, reforçou o militar.
As administrações regionais também arrecadam doações. A ação é encabeçada pela primeira-dama do DF, Mayara Noronha. Ela contou que a campanha não foi programada, mas, com os passar dos dias frios, sentiu a necessidade de iniciar um trabalho para ajudar quem precisa. “É uma carência que a gente identifica na população. Iniciei a campanha pensando mais nos idosos e nas crianças que são quem mais sofre nesse período”, comentou. A campanha começou em 17 de junho e vai até segunda-feira.

Onde doar

» Abraçando o Mundo
  • Asa Norte, Lago Norte e Grande Colorado (Gabi, 99571-3851)
  • Asa Norte, Asa Sul, Sudoeste, Cruzeiro, Octogonal e Vila Planalto  (Dinho, 99258-0220; Ana Luísa, 99906-2703 e João Vitor, 98112-8981)
  • Cruzeiro Novo e Velho, Sudoeste, Octogonal, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Park Sul, Guará, SMU e Noroeste (Niky, 99821-6436)
  • Granja do Torto, Asa Norte e Lago Norte (Renata, 99666-4774)
  • Guará e Águas Claras (Pacheco, 98220-9068)
  • Lago Sul, Jardim Botânico e Paranoá (Daniel, 98178-7169)
  • Sobradinho, Grande Colorado e Asa Norte (Juliana, 98118-9735)
  • Sobradinho, Grande Colorado, Taquari, Asa Norte e Sudoeste ( Karine, 99838-4279)
» Armário Solidário
  • Setor Comercial Sul
  • Rodoviária do Plano Piloto
  • Passarela subterrânea que liga o Guará ao Lucio Costa
» Amo Ajudar
  • Asa Norte, SEPN 707/907 Norte Uniceub (Clara, 98302-3703)
  • Asa Sul, SHIGS 703 Bloco H Casa 28 (Clara, 98302-3703)
  • Cruzeiro, SRES Quadra 2 Bloco K Casa 2 (Bruna, 99983-4603)
  • Setor de Indústrias Gráficas, Edifício Parque Brasília Quadra 1 (Bruno, 99212-1464)
  • Sudoeste, SQSW 101, Bloco J (Bárbara, 99811-0038)
» Federação de Futebol do Distrito Federal
Setor de Autarquias Sul – Quadra 5 Bl. N Lote 2 Edifício OAB Térreo
» Núcleo Bandeirante
Sama Brasília, SPLM conjunto 4 lote 2, Setor Placa das Mercedes
» Paranoá
6ª Delegacia de Polícia, Quadra 33 AES/N
» Polícia Militar
Qualquer Batalhão
Publicações Recomendadas